COMO O COMÉRCIO DEVE SE PREPARAR PARA A PÓS-PANDEMIA

COMO O COMÉRCIO DEVE SE PREPARAR PARA A PÓS-PANDEMIA

Posted on 26jun

COMO O COMÉRCIO DEVE SE PREPARAR PARA A PÓS-PANDEMIA

by Maryanna Vythória de OliveiraCategories Sem categoriaNenhum comentário

Ainda não sabemos quando será dado o sinal verde para o consumidor sair às ruas sem nenhuma restrição. No entanto, especialistas têm se debruçado em entender como será o mundo pós-pandemia. 

O certo é que as pandemias são marcos históricos, aceleradores de mudança, como o filósofo e historiador Leandro Karnal disse em uma entrevista na CNN. Assim, o que já estava em curso e previsto para acontecer daqui a um tempo, deve se concretizar muito antes. 

Segundo Denis Santini, empresário, professor universitário e especialista em marketing, varejo e franquias, vai se sair melhor quem se adaptar primeiro. Ou seja, mesmo que você não consiga estar com as portas abertas agora, deve se planejar para uma reabertura com mais chances de sucesso. 

  1. Facilite o pagamento 

Uma previsão de Denis é que o consumidor estará mais exigente e com pouco dinheiro no bolso. O indicado, devido a esse fato, é pensar em facilitar o pagamento. Esteja preparado para aceitar todos os cartões e conceder muitas parcelas. 

Estude as opções de empresas de maquininha para escolher opções com boas taxas. Também planeje uma precificação que compense esse desconto, já que a opção deve ser cada vez mais recorrente. Deixar de oferecer essa facilidade pode significar perda de vendas. 

Se tem uma empresa no interior, a cultura do carnê ainda é forte. Isso ainda estimula o cliente a voltar na loja até que acabem as parcelas. 

2. OFEREÇA SEGURANÇA E MOSTRE CUIDADO COM HIGIENIZAÇÃO 

O período de isolamento e medidas de higienização reforçada vão ter grandes reflexos nos hábitos do consumidor. Santini indica pensar em espaços que continuem a favorecer o distanciamento. Ele orienta colocar as mesas mais espaçadas, por exemplo. Ele conta que já há empresas que desenvolveram espelhos digitais, em que o aparato escaneia o corpo do cliente e o veste. 

Pensar em lojas com ventilação e dispositivos para o consumidor higienizar as mãos  também é uma ótima alternativa. Deixe evidente o seu cuidado com a limpeza do espaço. 

3. CRIE EXPERIÊNCIAS NO ESPAÇO FÍSICO 

O comércio on-line será cada vez mais forte. O que fará diferença para as pessoas irem às lojas são as experiências no local. Você pode fazer pequenos eventos, como apresentações culturais, exposições e criar a cultura de surpreender o cliente. Conceda vantagens para quem vai à loja também, como descontos ou brindes exclusivos. 

Por mais básico que pareça, não é todo mundo que tem um atendimento legal. Então,  nunca se esqueça de treinar a equipe e avaliar como tem sido o desempenho de cada colaborador em seu espaço.  

4. MANTENHA CONTATO 

O maior estudioso de marketing de todos os tempos, Philip Kotler, não considera o on-line e o off-line separadamente e muito menos inimigos. As duas vertentes são importantes para o comércio e se complementam. Um exemplo é o pós-venda. Você pode continuar o relacionamento com o cliente quando ele sair da loja, acompanhar a satisfação com a compra ou serviço. 

Além disso, esteja presente em datas como aniversário. Incentive-o a acompanhar seus canais digitais também. Assim, ele vai continuar conectado a você e seu comércio sempre mostrará porque ir a sua loja física. 

Como Denis disse ao G1 também, as pessoas vão procurar por humanização. E se a sua equipe tratar cada um como único, o espaço físico continuará a ser essencial para o consumidor. Prepare-se para o novo normal e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Back to Top